Frete grátis para compras acima de R$250 em todo o Brasil!

(35) 3331-1925

Sucupira

Progresso de leitura:

Origem

Trata-se de uma árvore que mede de 8 a 16 metros de altura, apresentando tronco de 30 a 50 centímetros de diâmetro. As folhas são compostas pinadas, com 9 a 21 folíolos pubescentes. A Pharmacopeia dos Estados Unidos do Brasil 1ª edição (1926) caracteriza a casca da Sucupira da seguinte forma: “A casca é apresentada em grandes pedaços planos ou levemente encurvados, com comprimento e largura variáveis. A superfície externa é parda-escura e com numerosas verrugas de cor de ferrugem, rachas longitudinais profundas e algumas transversas bastante espaçadas. A porção suberosa separa-se com certa facilidade e descobre o parênquima cortical, que é pardo-avermelhado. A face interna é amarelada e apresenta estrias longitudinais bem visíveis. A fratura é granulosa nas camadas exteriores e de aspecto fibroso e folheado na parte interna. Seu sabor é amargo e adstringente.’’ Também são utilizadas as sementes na terapêutica.

Indicações

A Sucupira é popularmente utilizada no combate ao excesso de ácido úrico do corpo, amigdalite, artrite, asma, blenorragia, cistos ovarianos e no útero, debilidade orgânica, dermatoses, diabetes, dor de garganta, dores espasmódicas, feridas, hemorragias, inflamações, reumatismo, sífilis e vermes. Possui, também ação coadjuvante no tratamento do câncer, além de ser um ótimo tônico. Em Homeopatia é indicada para tratamento de úlceras cancerosas, alguns tipos de eczemas, cravos nos pés, vegetações sifilíticas, reumatismo, diabete, hemorragias e blenorragia.

Referências Bibliográficas

ALBIO, R. Pharmacopeia dos Estados Unidos do Brasil. 1ª edição. 1926.
CAIRO, Guia de Medicina Homeopática. 21ª edição. Livraria Teixeira. 1983. COIMBRA, R. Manual de Fitoterapia. 2ª edição. Cejup. 1994.
DEHARO, E.; et al. A search for natural compounds in Bolivia through a multidisciplinary approach. Part V. Evalution of the antimalarial activity of plants used by the Tacana Indians. Journal of Ethnopharmacolgy, September, 2001, 77.
LORENZI, H. Árvores Brasileiras. vol. 1. 3ª edição, 2000.
SOARES, A. D. Dicionário de Medicamentos Homeopáticos. 1ª edição. Santos Livraria Editora. 2000.

Mais Informações: Clique e visualize o Laudo do Fornecedor

Produtos que contém Sucupira

43 Comentários

  1. Comop devo usar a semente de sucupira. é no alimwento, no cha, no café, no leite, ……

    Responder
    • No caso da tintura de Sucupira, a forma recomendada de consumo é diluí-la em água ou suco, antes das refeições. A quantidade indicada pode variar de acordo com a concentração da tintura e a orientação do rótulo ou do profissional de saúde.

      Não é recomendável adicionar a semente de sucupira diretamente em alimentos ou bebidas, uma vez que a dosagem pode ser inadequada e causar efeitos colaterais. Além disso, a semente de sucupira pode ter um gosto amargo e desagradável, o que pode afetar o sabor dos alimentos e bebidas.

      Você pode encomendar sua Sucupira em cápsulas conosco através deste link: https://pharmaceuticasl.com.br/produto/tintura-de-sucupira-artrite-e-artrose/

      Espero ter ajudado a esclarecer suas dúvidas. Em caso de mais perguntas, por favor, não hesite em entrar em contato.

      Responder
      • Já conhecia e minha avó me ensinou ser tratamento para hérnia de disco

        Responder
        • Ola sou fitoterapeuta credenciado,uso muito as plantas ,pois não vivemos sem as mesma,tenho muitas plantas medicinais em casa,ervas sudreuras ora pronobis,alecrim hortelã,boldo Chile,e outras,mas o povo se esqueceu das dádiva de Deus ,hoje 40%,da população está morrendo invenenados,com medicamentos , farmacêutica.

          Responder
          • Eu gostaria de saber se as vermes Saem deteriodas nas Fezes ou saem vivas?

          • A presença de vermes nas fezes pode variar dependendo do tipo de verme e do estágio de infestação. Em muitos casos, os vermes expelidos nas fezes podem estar mortos ou morrendo. No entanto, a resposta precisa depende de vários fatores, incluindo o tipo de verme, o tratamento utilizado e o estágio da infestação.

            Aqui estão algumas informações gerais sobre como os vermes podem ser expelidos nas fezes:

            Morte dos Vermes: Em muitos tratamentos para infestações parasitárias, os medicamentos são projetados para matar os vermes no corpo. Quando os vermes morrem, seus corpos podem ser eliminados nas fezes.

            Excreção de Ovos: Alguns vermes adultos podem liberar ovos em suas fezes. Esses ovos podem ser microscópicos e não visíveis a olho nu. Os ovos liberados nas fezes podem então se desenvolver em novas larvas e, se não forem tratados, dar origem a novos vermes.

            Exame Microscópico: Para determinar o tipo de verme e sua presença, é muitas vezes necessário realizar exames laboratoriais das fezes. Esses exames podem identificar ovos, larvas ou partes de vermes e fornecer informações sobre a infestação.

            É importante entender que o tratamento de infestações parasitárias deve ser supervisionado por um médico ou profissional de saúde. Eles podem recomendar o tratamento apropriado com medicamentos antiparasitários e monitorar a eficácia do tratamento.

            Se você suspeita de uma infestação por vermes ou tiver preocupações com a sua saúde, é fundamental procurar orientação médica. Não tente tratar uma infestação por conta própria, pois isso pode ser complexo e requer diagnóstico e tratamento adequados. Além disso, as medidas de higiene pessoal, como lavar as mãos regularmente, são essenciais para prevenir infestações por vermes e outras infecções parasitárias.

        • Eu estava bem de saúde, então comecei a tomar chá de sucupira há 8 DIAS, mas desde anteontem minha gota está atacada. Não entendi nada.

          Responder
          • A gota é uma condição inflamatória causada pelo acúmulo de ácido úrico nas articulações. O chá de sucupira, por outro lado, é conhecido por suas propriedades anti-inflamatórias. No entanto, algumas pessoas podem experimentar um aumento temporário dos sintomas da gota ao iniciar um novo tratamento ou suplemento, incluindo o chá de sucupira.

            Isso pode acontecer devido a um efeito chamado “crise de cura” ou “crise de Herxheimer”, em que o corpo passa por uma reação de eliminação de toxinas e subprodutos metabólicos. Durante essa fase, os sintomas da condição podem piorar temporariamente antes de melhorar.

            Se você está experimentando um aumento nos sintomas da gota desde que começou a tomar o chá de sucupira, é recomendável interromper o uso e consultar um médico ou reumatologista. Eles poderão avaliar sua condição, fazer um diagnóstico preciso e fornecer orientações adequadas sobre o tratamento da gota.

            É sempre importante lembrar que cada pessoa pode responder de forma diferente aos tratamentos, e é essencial obter orientação profissional para garantir a segurança e a eficácia do tratamento.

        • Tomo extrato seco de sucupira manipulado
          Por qt tempo posso ficar tomando ?
          Já tomo a 4 meses 200mg

          Responder
          • O extrato seco de sucupira é conhecido por suas propriedades medicinais, especialmente relacionadas ao alívio de dores articulares e inflamações. No entanto, como acontece com qualquer suplemento ou tratamento, é importante considerar a dosagem e a duração do uso.

            No seu caso, você mencionou que já está tomando o extrato seco de sucupira por 4 meses com uma dose de 200mg. É recomendável que você consulte um profissional de saúde, como um médico ou um fitoterapeuta, para avaliar sua situação individual e determinar a melhor abordagem a seguir.

            Os especialistas podem levar em conta fatores como a sua condição de saúde, a resposta ao tratamento, possíveis interações com outros medicamentos que você possa estar tomando, entre outros aspectos. Eles poderão orientá-lo sobre se é apropriado continuar o uso, ajustar a dosagem ou considerar pausas no tratamento.

            Lembre-se de que o uso prolongado de qualquer suplemento ou remédio natural pode ter implicações, e é essencial garantir que você esteja tomando decisões informadas e seguras para a sua saúde.

            Espero que essa orientação seja útil. Se tiver mais perguntas ou precisar de mais informações, não hesite em entrar em contato.

        • “Olá, tudo bem!
          Eu me CHAMO Cris Ferreira e gostaria de saber se quem faz tratamento de ansiedade e a síndrome do pânico, pode fazer uso da sucupira, ou tem alguma INTERAÇÃO medicamentosa entre a sucupira e o alprazolam.
          Por que já tenho mais de um ano que faço tratamento, e por causa da minha profissão sinto dores nas pernas e nas costas, sou manicure desde os 15 anos e algumas pessoas me indicaram relaxante muscular, mais as vezes que usei fiquei com tonturas, mais um senhor me falou sobre a sucupira e os seus benefícios no alívio das dores, posso usar a sucupira fazendo uso do alprazolam?
          Desde já agradeço se puder me tirar essa dúvida, obrigado!”

          Responder
          • Olá, Cris Ferreira! Entendo que a gestão da ansiedade e da síndrome do pânico pode ser desafiadora, e é louvável que você esteja buscando alternativas para lidar com as dores relacionadas ao seu trabalho. No entanto, é importante abordar essa questão com cautela. Aqui estão algumas considerações:

            Interação Medicamentosa: Não há evidências sólidas que indiquem uma interação específica entre a sucupira e o alprazolam (um medicamento usado para tratar ansiedade e pânico). No entanto, sempre é prudente discutir a adição de qualquer suplemento com o seu médico, especialmente quando já está em tratamento com medicamentos.

            Consulte seu Médico: O alprazolam é uma medicação que afeta o sistema nervoso central, e alterações em sua rotina de tratamento podem ter implicações. Converse com o seu médico sobre o interesse em adicionar a sucupira à sua rotina e discuta a possibilidade de interações.

            Sucupira e Dor: Alguns usam a sucupira devido à crença em suas propriedades anti-inflamatórias que poderiam ajudar nas dores. Embora muitas pessoas achem útil, é crucial entender que a eficácia pode variar e os resultados podem ser subjetivos.

            Outras Alternativas: Se você experimentou tonturas com relaxantes musculares, é importante informar isso ao seu médico. Eles podem considerar outras alternativas para o controle da dor que se alinhem melhor com o seu quadro clínico e possam ser combinadas com a sua medicação atual.

            Abordagem Holística: Além de considerar suplementos, é vital abordar holisticamente a gestão da dor, incluindo ergonomia no trabalho, técnicas de relaxamento, e talvez fisioterapia. Seu médico pode encaminhá-la a profissionais adequados para lidar com as dores decorrentes da sua profissão.

            Lembre-se, o tratamento de condições de saúde mental e física deve ser personalizado, e a comunicação aberta com seu médico é fundamental para encontrar as melhores soluções para você.

      • Como fazer o chá da semente da sucupira

        Responder
        • Tenho dores na coluna e nas plantas dos pes.algumas pessoas me indicaram tomar o CHÁ de sucupira,alguém consegue me dizer se realmente desinflama?

          Responder
          • A Sucupira é frequentemente mencionada em contextos tradicionais como uma planta que pode ter propriedades anti-inflamatórias e analgésicas, o que poderia ajudar no alívio das dores nas articulações e na coluna. No entanto, é crucial observar que as evidências científicas sobre os benefícios específicos da Sucupira para a inflamação são limitadas, e mais pesquisas são necessárias para confirmar seus efeitos.

            Algumas pessoas relatam benefícios ao usar a Sucupira para dores nas articulações, incluindo aquelas na coluna. Isso pode ser atribuído a compostos presentes na planta, como flavonoides e óleos essenciais, que podem ter propriedades anti-inflamatórias.

            No entanto, é importante ter em mente o seguinte:

            Variação na Resposta Individual: A resposta a remédios naturais pode variar de pessoa para pessoa. O que funciona para uma pessoa pode não funcionar da mesma forma para outra.

            Uso Adequado e Seguro: Se você estiver considerando usar o chá de Sucupira ou qualquer outro suplemento à base de plantas, é essencial garantir que seja usado de maneira segura e adequada. Consulte um profissional de saúde antes de iniciar qualquer novo tratamento.

            Avaliação Médica: Dores nas costas e nos pés podem ter diversas causas, desde questões musculares até problemas mais complexos nas articulações. Antes de confiar apenas em tratamentos naturais, é aconselhável procurar uma avaliação médica para determinar a causa exata da dor.

            Complementaridade com Outros Tratamentos: Além de considerar tratamentos naturais, é importante seguir as orientações médicas e considerar abordagens adicionais, como fisioterapia, exercícios específicos, ou outras intervenções recomendadas por profissionais de saúde.

            Monitoramento Contínuo: Ao começar qualquer tratamento, seja natural ou convencional, é importante monitorar sua resposta e comunicar-se regularmente com um profissional de saúde.

            Em resumo, embora algumas pessoas tenham encontrado alívio ao usar a Sucupira para dores nas articulações, a eficácia pode variar, e é sempre aconselhável consultar um profissional de saúde para orientação personalizada com base na sua condição de saúde específica

      • Preciso saber se o sucupira tem alguma ação de prender o intestino, estou tomando canela de velho com sucupira pra problema de coluna e desde quando comecei o tratamento eu fiquei com resecamento intestinal.

        Responder
        • O uso da sucupira, assim como de outros suplementos ou ervas, pode afetar o sistema digestivo de forma diferente em cada pessoa. Algumas pessoas relatam que a sucupira tem propriedades laxativas, enquanto outras podem experienciar o oposto, como constipação ou ressecamento intestinal.

          No entanto, é importante considerar alguns pontos:

          Individualidade Biológica: Cada pessoa reage de maneira única aos suplementos e ervas. O que funciona para uma pessoa pode não funcionar da mesma forma para outra.

          Combinação de Ingredientes: Quando você está tomando uma combinação de diferentes suplementos, como canela de velho e sucupira, os efeitos podem ser o resultado da interação entre essas substâncias.

          Hidratação Adequada: O ressecamento intestinal pode ser causado pela falta de hidratação. Certifique-se de estar bebendo água suficiente ao longo do dia.

          Consulta com um Profissional de Saúde: Se você está experimentando efeitos colaterais desconfortáveis ou inesperados, é aconselhável entrar em contato com um médico ou profissional de saúde. Eles podem avaliar sua situação de saúde específica, considerar a combinação de suplementos que você está tomando e oferecer orientações apropriadas.

          Ajustes na Dosagem: Seu médico pode sugerir ajustes na dosagem ou até mesmo a suspensão temporária do uso dos suplementos para avaliar se são a causa dos sintomas.

          Lembre-se de que, embora suplementos naturais sejam geralmente considerados seguros, eles podem ter efeitos colaterais e interações medicamentosas. A orientação de um profissional de saúde é fundamental para garantir que você está tomando os suplementos corretamente e que eles são adequados para a sua condição de saúde específica.

          Responder
      • Oleo de sucupira ajuda na melhora da fibromialgia?

        Responder
        • A fibromialgia é uma condição complexa caracterizada por dor generalizada e sensibilidade em todo o corpo, juntamente com outros sintomas como fadiga, distúrbios do sono e dificuldades cognitivas. Não há uma cura definitiva para a fibromialgia, e o tratamento geralmente envolve uma abordagem multidisciplinar, incluindo medicamentos, terapias físicas, psicológicas e mudanças no estilo de vida.

          O óleo de sucupira é frequentemente mencionado por suas propriedades anti-inflamatórias e analgésicas, o que pode ser relevante no contexto da fibromialgia, onde a dor é uma característica central. No entanto, é importante destacar que a evidência científica específica para o uso do óleo de sucupira na fibromialgia é limitada.

          Aqui estão algumas considerações:

          Pesquisa Limitada: Até o meu último conhecimento em setembro de 2021, há uma falta significativa de estudos científicos bem conduzidos sobre o uso específico do óleo de sucupira na fibromialgia. Portanto, é difícil afirmar com certeza como ele pode impactar essa condição.

          Abordagem Holística: O tratamento da fibromialgia geralmente envolve uma abordagem holística, incluindo medicação, fisioterapia, exercícios, terapias cognitivo-comportamentais e outras estratégias. Qualquer intervenção, incluindo suplementos como o óleo de sucupira, deve ser discutida com o seu médico como parte dessa abordagem integrada.

          Possíveis Efeitos Colaterais: Como com qualquer suplemento, é fundamental considerar possíveis efeitos colaterais e interações com outros medicamentos que você possa estar tomando. O óleo de sucupira pode não ser adequado para todos, e o uso sem orientação médica pode ter riscos.

          Consulta Médica: Antes de iniciar qualquer novo tratamento para a fibromialgia, é fundamental discutir isso com o seu médico. Eles podem fornecer orientações personalizadas com base no seu histórico médico, sintomas específicos e necessidades individuais.

          Em resumo, enquanto algumas pessoas relatam benefícios com o uso de óleo de sucupira para aliviar dores, não há consenso científico claro sobre seu papel específico na gestão da fibromialgia. A consulta com um profissional de saúde é crucial para explorar opções de tratamento adequadas e seguras para a sua condição.

          Responder
    • chorsth45.ch@gmail.com gostaria de conhecer melhor. E saber como usar o Extrato da semente da sucupira.

      Responder
    • Gostaria de saber como fazer o preparo das sementes de sucupira.

      Responder
      • Claro, vou explicar como preparar as sementes de sucupira para uso medicinal. A sucupira é conhecida por suas propriedades medicinais, especialmente no tratamento de problemas articulares e inflamatórios. Aqui está um guia simples para preparar o chá das sementes de sucupira:

        Ingredientes:

        10 a 15 sementes de sucupira maduras
        1 litro de água
        Instruções:

        Selecionando as Sementes: Comece selecionando sementes de sucupira maduras e de boa qualidade. Elas devem estar secas e sem sinais de mofo ou deterioração.

        Lavagem das Sementes: Lave as sementes em água corrente para remover qualquer sujeira ou impureza.

        Quebrando as Sementes: Para liberar os compostos medicinais da sucupira, você precisará quebrar as sementes. Isso pode ser feito com um martelo ou um pilão. Coloque as sementes em uma superfície sólida e dê golpes leves para quebrá-las. Não é necessário pulverizá-las completamente, apenas rachar a casca externa.

        Preparando o Chá:

        Em uma panela, adicione 1 litro de água.
        Acrescente as sementes quebradas na água.
        Leve a panela ao fogo médio e deixe a mistura ferver.
        Após a fervura, reduza o fogo para o mínimo e deixe o chá cozinhando em fogo baixo por cerca de 5 a 10 minutos.
        Descanso e Coagem: Após o cozimento, desligue o fogo e tampe a panela. Deixe o chá de sucupira descansar por mais 10 minutos. Isso permite que os compostos medicinais se infundam na água.

        Coe e Armazene: Depois de descansar, coe o chá para remover as sementes e quaisquer partículas sólidas. O líquido resultante é o seu chá de sucupira.

        Consumo: Beba o chá preferencialmente morno. A dosagem pode variar, mas geralmente, recomenda-se tomar uma xícara de 200 a 300 ml duas vezes ao dia, preferencialmente após as refeições.

        Lembre-se de que a sucupira é usada tradicionalmente para tratar problemas articulares e inflamações, mas é importante consultar um profissional de saúde antes de iniciar qualquer tratamento com ervas medicinais, especialmente se você tiver condições médicas específicas ou estiver grávida, amamentando ou tomando outros medicamentos. Eles podem fornecer orientações personalizadas com base em sua situação de saúde individual.

        Responder
    • Depois de tomar a sucupira por 7 dias ,paro quanto tempo pra retornar ?obrigada

      Responder
      • A duração do uso da sucupira pode variar de pessoa para pessoa, e a decisão de interromper o uso por um período específico depende de vários fatores, incluindo seus objetivos de saúde e as recomendações de um profissional de saúde. No entanto, não há uma regra estrita sobre o número de dias exatos a serem seguidos antes de fazer uma pausa.

        Aqui estão algumas considerações importantes:

        Consulte um Profissional de Saúde: Antes de iniciar ou interromper o uso de qualquer suplemento, é fundamental consultar um médico ou um profissional de saúde. Eles podem avaliar sua situação de saúde individual, objetivos e a resposta ao tratamento.

        Finalidade do Uso: Se você está usando a sucupira para um problema de saúde específico e obteve benefícios após 7 dias de uso, seu médico pode recomendar a duração ideal do tratamento. Alguns tratamentos podem ser de curto prazo, enquanto outros podem requerer uso contínuo.

        Monitoramento Regular: Independentemente da duração do uso, é importante fazer exames regulares e acompanhar sua resposta ao tratamento. Se você notar melhorias significativas, pode ser apropriado discutir com seu médico a possibilidade de reduzir a dosagem ou fazer uma pausa.

        Segurança e Efeitos Colaterais: Esteja ciente de qualquer efeito colateral potencial e comunique-se com seu médico sobre qualquer preocupação. Se ocorrerem efeitos colaterais indesejados, é importante discuti-los com um profissional de saúde.

        Estilo de Vida e Dieta: Além do uso da sucupira, seu médico pode recomendar mudanças no estilo de vida e na dieta que podem afetar a duração do tratamento e a eficácia geral.

        Lembrando que a sucupira é uma planta com propriedades medicinais, e a duração do uso pode variar amplamente de pessoa para pessoa. Portanto, para obter orientações precisas sobre quanto tempo você deve continuar usando a sucupira e quando fazer pausas, é essencial contar com a supervisão de um profissional de saúde. Eles podem oferecer orientações específicas com base em sua condição de saúde individual e nas evidências científicas disponíveis.

        Responder
    • Não sabia que sucupira servia pra verme

      Responder
  2. Gostaria de saber se eh possivel
    Receber a tintura…Moro no exterior.

    Responder
    • Olá, tudo bem? Realizamos a entrega somente no Brasil. Obrigado!

      Responder
      • Reigera cartilagem

        Responder
        • Comecei a tomar agora pois um amigo meu me disse que se curou de todas as dores nas suas articulações de mãos e pés e alguns órgãos inflamados no seu intestino delgado e hérnias inguinal hernia de disco, só fazendo o chá de 4 sementes de sucupira p/ 1 litro de água fervida por 15 minutos de fogo ?.

          Responder
        • Me ensinaram colocar 8 sementes num vidro de biotônico e da para meu filho com amigdalite disseram que é ótimo.

          Responder
        • Coloquei 8 favas de sucupira amassadas em um litro de suco de uva 100% concentrado,estou tomando à 3 dias duas colheres de sopa de manhã,espero que seja bom pois tenho problemas de coluna.

          Responder
  3. bom dia , estou tomando capsulas da sucupira , preciso saber se a mesma contem cafeina? busquei muito na net , mas, nao tive como saber , fico aguaRDANDO UM]A RESPOSTA , MUITO OBRIGADA CLAUDETE CALDAS NJ USA

    Responder
    • Bom dia! As cápsulas de sucupira normalmente não contêm cafeína. A sucupira é uma planta que possui propriedades medicinais e é utilizada em forma de suplemento em cápsulas. Geralmente, os suplementos de sucupira são compostos apenas pela própria sucupira em pó ou extrato, sem a adição de cafeína.

      No entanto, é importante verificar o rótulo ou as informações fornecidas pelo fabricante do suplemento de sucupira que você está tomando, pois os ingredientes podem variar entre diferentes marcas e produtos. Caso haja alguma preocupação específica em relação à presença de cafeína ou outros ingredientes, é sempre recomendável consultar um profissional de saúde ou entrar em contato com o fabricante para obter informações precisas sobre o produto que você está utilizando.

      Espero que esta resposta tenha sido útil. Se tiver mais perguntas, fique à vontade para perguntar. Obrigado!

      Responder
    • Boa noite! O que seria mais eficaz, o chá ou o extrato de sucupira? Obrigada!

      Responder
      • Olá, Simone! Boa noite! Tanto o chá de sucupira quanto o extrato de sucupira possuem propriedades benéficas, mas a eficácia pode variar dependendo do objetivo e da forma de uso.

        O chá de sucupira é feito fervendo as sementes da sucupira em água quente. Ele pode ser uma opção natural para ajudar em problemas como dores articulares, inflamações e problemas respiratórios. O chá é geralmente consumido em forma líquida e pode ter um efeito mais suave, uma vez que os compostos da sucupira são diluídos durante a infusão.

        Já o extrato de sucupira é obtido a partir das sementes da sucupira e pode ser mais concentrado em termos de compostos ativos. O extrato é normalmente disponível em forma de cápsulas ou tinturas. Essa forma concentrada pode ser mais conveniente para uso diário e pode fornecer uma dose mais padronizada dos compostos da sucupira.

        A escolha entre o chá e o extrato de sucupira depende do seu objetivo, preferência pessoal e orientação de um profissional de saúde. Se você está considerando utilizar a sucupira para algum problema específico, é sempre recomendado consultar um médico, fitoterapeuta ou nutricionista, que poderão orientar sobre a forma de uso mais adequada e eficaz para o seu caso.

        Espero ter ajudado! Se tiver mais perguntas, estou à disposição para ajudar. Obrigada!

        Responder
        • Queria saber se é bom mesmo

          Responder
          • A eficácia da sucupira pode variar dependendo do objetivo do seu uso. A sucupira é uma planta que tem sido tradicionalmente utilizada na medicina popular devido às suas propriedades anti-inflamatórias, analgésicas e antirreumáticas. Muitas pessoas relatam benefícios ao utilizar a sucupira para problemas articulares, dores musculares e inflamações.

            No entanto, é importante lembrar que a experiência com a sucupira pode ser diferente para cada pessoa. Alguns indivíduos podem perceber melhorias significativas ao utilizar a sucupira, enquanto outros podem não sentir os mesmos benefícios.

            Antes de utilizar a sucupira ou qualquer outro produto natural para fins medicinais, é recomendado consultar um profissional de saúde qualificado. Um médico, fitoterapeuta ou nutricionista poderá avaliar suas necessidades de saúde específicas, orientar sobre o uso adequado da sucupira e monitorar sua resposta ao tratamento.

            Lembre-se de que a sucupira não deve substituir tratamentos médicos prescritos ou ser usada como única opção para condições de saúde mais graves. Ela pode ser uma opção complementar para auxiliar em certos problemas de saúde, mas a avaliação e o acompanhamento médico são essenciais para garantir a segurança e eficácia do seu uso.

        • Olá, eu furo a semente da sucupira com os dentes e fico chupando até acabar o amargo dela, dessa forma pode me prejudicar?
          Ou eu devo mudar a maneira de usá-la?

          Responder
          • Agradeço por compartilhar sua maneira de consumir a semente de sucupira e pela sua pergunta sobre se essa prática pode ser prejudicial. Vamos esclarecer isso.

            A semente de sucupira é conhecida por suas propriedades medicinais, especialmente suas propriedades anti-inflamatórias e analgésicas. No entanto, consumir a semente crua, como você descreveu, pode ter alguns aspectos a considerar:

            Amargor: O amargor da semente de sucupira é resultado de compostos químicos presentes nela. Consumir a semente crua dessa forma pode fazer com que você sinta o gosto amargo, mas isso geralmente não é prejudicial à saúde.

            Desgaste Dentário: Mastigar sementes duras pode potencialmente causar desgaste nos dentes ao longo do tempo. Isso pode ser uma preocupação se você fizer isso regularmente. Se você decidir continuar com essa prática, talvez seja uma boa ideia considerar o uso de um protetor bucal ou consultar seu dentista para avaliar qualquer impacto nos dentes.

            Dose Controlada: Consumir a semente de sucupira dessa forma pode dificultar o controle da dosagem. Se você estiver usando a sucupira por seus benefícios medicinais, pode ser mais apropriado preparar um chá ou utilizar suplementos padronizados, que permitem um controle mais preciso da quantidade que você está consumindo.

            Precauções: A semente de sucupira, quando usada para fins medicinais, deve ser consumida com cautela e não em excesso. Antes de iniciar qualquer tratamento, é importante consultar um profissional de saúde para garantir que seja seguro e adequado para sua situação específica.

            Em resumo, consumir a semente de sucupira dessa forma não parece ser prejudicial à saúde em si, mas é importante considerar a questão do desgaste dentário e a dificuldade de controlar a dosagem. Se você está buscando os benefícios medicinais da sucupira, é aconselhável explorar outras formas de consumo, como preparar um chá a partir das sementes ou usar suplementos, sempre sob orientação de um profissional de saúde. Dessa forma, você pode garantir um uso seguro e eficaz.

  4. Gostaria de saber se a auxiliar pode fazer a menstruação voltar na menopausa

    Responder
    • Não há evidências científicas que comprovem que a sucupira possa fazer a menstruação voltar na menopausa. A menopausa é um processo natural que ocorre em mulheres de uma certa idade, marcado pela cessação definitiva da menstruação devido à diminuição dos hormônios reprodutivos.

      A sucupira é uma planta conhecida por suas propriedades medicinais, mas não há informações confiáveis que sustentem sua capacidade de reverter a menopausa ou trazer de volta a menstruação.

      Caso você esteja enfrentando problemas relacionados à menopausa, como irregularidades no ciclo menstrual ou sintomas incômodos, é sempre recomendável buscar orientação médica adequada. Um médico especialista poderá avaliar sua situação, fornecer informações precisas e orientar sobre as opções de tratamento disponíveis para lidar com os sintomas da menopausa.

      Responder
  5. Passei a usar sucupira, recente e me sinto bem,gostaria de saber até qnd vou continuar usando.

    Responder
    • É ótimo ouvir que você está se sentindo bem após começar a usar a sucupira. No entanto, a duração do uso da sucupira pode variar dependendo dos objetivos de saúde individuais, das condições de saúde e das necessidades pessoais. Aqui estão algumas considerações importantes a serem lembradas:

      Consulte um Profissional de Saúde: Recomenda-se sempre consultar um médico ou um fitoterapeuta antes de iniciar ou continuar qualquer tratamento com ervas medicinais, incluindo a sucupira. Eles podem avaliar sua situação de saúde específica, fazer recomendações personalizadas e orientar a duração do uso.

      Condições de Saúde: A duração do uso da sucupira pode variar dependendo da condição que você está tratando. Por exemplo, se você a estiver usando para problemas articulares, como artrite, pode ser necessário um uso a longo prazo para obter benefícios contínuos. No entanto, isso deve ser determinado pelo seu profissional de saúde.

      Monitoramento Regular: É importante fazer um acompanhamento regular com seu médico para avaliar o progresso e a eficácia do tratamento com sucupira. Com base nesses resultados, seu médico pode ajustar a duração do uso ou recomendar uma abordagem diferente.

      Segurança e Efeitos Colaterais: A sucupira é geralmente considerada segura quando usada conforme as orientações adequadas. No entanto, é essencial estar ciente de qualquer efeito colateral potencial e relatar quaisquer preocupações ao seu médico.

      Estilo de Vida e Dieta: Além do uso da sucupira, seu médico pode recomendar mudanças no estilo de vida e na dieta que podem afetar a duração do tratamento e a eficácia geral.

      Lembre-se de que a sucupira é uma planta com propriedades medicinais, e a duração do uso pode variar consideravelmente de pessoa para pessoa. Portanto, para obter orientações precisas sobre quanto tempo você deve continuar usando a sucupira, é essencial contar com a supervisão de um profissional de saúde.

      Conversar com seu médico é a melhor maneira de garantir que você esteja tomando decisões informadas e seguras para sua saúde a longo prazo. Eles podem oferecer orientações específicas com base em sua condição de saúde individual e nas evidências científicas disponíveis.

      Responder

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Próximo Artigo

Cassiolamina

A Cassiolamina é o extrato do fruto da Cassia nomame. A planta contém cinco compostos
flavonóides com potencial para inibir a quebra e digestão de gorduras no organismo.

Pantotenato de Cálcio

Pantotenato de Cálcio

O Pantotenato de cálcio (vitamina B5) é uma vitamina hidrossolúvel alifática que se utiliza principalmente em forma
de sal de cálcio, a qual é mais estável e depois se transforma no ácido no interior do organismo, tendo a mesma
atividade.

Vitamina A

A teacrina é uma pequena molécula alcaloide que pode ser vista como uma versão modificada estruturalmente da cafeína.

0
    0
    Produtos Escolhidos
    Seu carrinho está vazio.
    Conversar
    1
    Quer orçar sua fórmula?
    Olá, se não encontrou a fórmula que procura, fale conosco no Whatsapp!